O QUE DIZEM OS ESPECIALISTAS
Vacinacao suina ao redor do mundo

A vacina para controlar o odor de macho inteiro foi desenvolvida na Austrália e é produzida pela Zoetis. Disponível desde 1998 e contando com uma história de desempenho comprovado, esta vacina foi introduzida desde então em mais de 60 países, e continua a ser introduzida em todo o mundo.

O que dizem os especialistas

 

Em publicações científicas, especialistas podem ter usado terminologia como, por exemplo, vacina, imunocastração ou produto imunológico. Todos estes termos se referem à mesma tecnologia.

"Temos a obrigação de produzir carne de forma humanitária. Certamente, o conceito de vacinação em lugar de castração para controlar o odor de macho inteiro deve motivar melhoras no bem-estar dos animais e, por conseguinte, deve ser apoiado."
-Dr. John Mackinnon,consultor em veterinária de suínos18

O professor Dr. Rico Thun , da Clínica de Medicina Reprodutiva da Universidade de Zurique, vê grandes vantagens na vacinação para controlar o odor de macho inteiro em comparação ao abate antecipado e à castração cirúrgica com anestesia. "A vacinação é efetiva, confiável e prática, além de não causar sofrimento ao animal e ser a melhor alternativa para prevenir o odor de macho inteiro atualmente." 28

"A vacinação para controlar o odor de macho inteiro oferece várias possibilidades de vantagens para o público e para o agronegócio no tocante à castração cirúrgica, como, por exemplo, a melhoria do bem-estar animal e a potencial economia relativa aos custos e também aos ganhos decorrentes das melhores taxas de crescimento. Nossas descobertas sugerem que a vacinação é uma alternativa socialmente viável."
Dr. Carl Johan Lagerkvist , et al.29

Segundo o professor Dr. Frank Dunshea, a alternativa mais promissora da castração cirúrgica para o controle do odor de macho inteiro é a vacinação que atua no sistema imunológico do animal e inibe a função normal dos testículos. "A vacinação oferece um grande potencial de benefícios por possibilitar o crescimento de machos não castrados até a fase final de crescimento sem correr o risco de aparecimento do odor sexual. Benefícios adicionais incluem melhores taxas de consumo alimentar e de crescimento, bem como redução da atividade sexual e de incidência de brigas entre os animais."
Prof. Dr. Frank Dunshea , Universidade de Melbourne, Austrália27

"A vacinação representa um bom potencial na prevenção do odor de macho inteiro, agregando, simultaneamente, benefícios adicionais para o crescimento, a eficiência alimentar e o baixo índice de gordura na carcaça dos machos inteiros, efeitos que se prolongam até o momento da vacinação."
Prof. Michael E. Dikeman , Departamento de Zootecnia e Indústria, Kansas State University, EUA31

"As pessoas que tomam decisões em empresas integradas verão rapidamente os benefícios de melhorar a conversão alimentar e de voltar a ganhar a eficiência do crescimento que haviam perdido como resultado da castração dos leitões."
Prof. Dr. John Deen , Medicina Veterinária Populacional, Universidade de Minnesota, EUA



 

O que pensam os consumidores



Referências

#